ACM Neto realiza megacarreatas em Salvador e Dias D'Ávila e crava: 'De hoje a oito é 44'

Foto: Divulgação

Faltando exatamente uma semana para a eleição, o candidato a governador ACM Neto (União Brasil) realizou, na manhã de domingo (25), duas megacarreatas em Salvador e Dias D’Ávila. Na capital baiana, Neto esteve ao lado do prefeito Bruno Reis (UB) e percorreu as ruas de Paripe e São Tomé de Paripe, enquanto na cidade da Região Metropolitana de Salvador ele foi recebido pelo prefeito Alberto Castro (PSDB).
“Bahia, está chegando a hora! Não esqueçam: domingo, de hoje a oito, é 44. E eu estou aqui com uma galera animada em uma carreata no Subúrbio de Salvador”, disse, ao participar do ato político na capital baiana, ao lado de diversas lideranças políticas.
Mesmo sob o sol forte do meio-dia, a carreata em Dias D’Ávila reuniu centenas de veículos e motocicletas, fora as milhares de pessoas nas ruas, caminhando ou na frente de suas casas. Na Av. Raul Seixas, a principal da cidade, deu para ter noção do impacto do evento: os carros tomaram completamente tanto a via de ida como a de volta, ocupando uma fila de pelo menos 6 km de comprimento.
A carreata percorreu mais de 14 km, saindo da Nova Dias D’Ávila. Passou pelos bairros do Bosque, Genaro, Centro e percorreu toda a extensão da Av. Raul Seixas. Depois passou pela Concórdia, Imbassahy e terminou em frente ao ginásio municipal. Além de ACM Neto, estiveram presentes a candidata a vice-governadora Ana Coelho (Republicanos) e o candidato a senador Cacá Leão (PP).
Alberto Castro é um dos 11 prefeitos da Região Metropolitana de Salvador que declararam apoio a ACM Neto para as eleições deste ano, num total de 13 municípios que compõem o território. Ao longo da sua campanha, o candidato do União Brasil já realizou eventos em nove destas cidades.
Em seu plano de governo, ACM Neto traz como propostas para a RMS iniciar um novo ciclo de industrialização das cidades, resgatando algo que foi vivido entre os anos 1970 e 2000 e que acabou se perdendo nos últimos 16 anos, tendo como maior exemplo a saída da Ford. Além disso, pretende romper o isolamento ferroviário da região com o resto do país. A ideia é resgatar as linhas férreas da Bahia e conectá-las à rede federal, ampliando os horizontes dos centros industriais e dos portos existentes na RMS.
Antes, em Salvador, ACM Neto, Bruno Reis, Ana Coelho e Cacá Leão participaram da carreata que saiu da Rua Santa Filomena, em São Tomé de Paripe. Mais uma vez, o destaque foi a adesão, com centenas de carros e motocicletas, além das pessoas a pé seguindo a comitiva para mostrar o seu apoio à coligação Pra Mudar a Bahia.
أحدث أقدم

PUBLICIDADE