ACM Neto diz que procurou ser a expressão do povo baiano durante caminhada pelo Estado

Foto: Divulgação

Faltando três dias para as Eleições 2022, o candidato a governador da Bahia ACM Neto (União), realizou seu último evento de campanha em Salvador, nesta quinta-feira (29). No Pelourinho, o ex-prefeito de Salvador afirmou que durante os últimos anos que passou percorrendo a Bahia, buscou ser o porta-voz dos baianos que têm enfrentado inúmeros problemas que, muitas vezes, são originados do descaso da atual gestão estadual. No ato, o postulante estava acompanhado pelos candidatos a vice-governadora Ana Coelho (Republicanos), e ao Senado Cacá Leão (PP).
“O povo baiano quer falar, mas nem sempre tem um microfone como eu. Vocês acompanharam as minhas palavras nessa campanha. Eu não critiquei por criticar. Toda vez que falei apontando algum problema da Bahia é porque eu sabia que estaria sendo o porta-voz do meu povo. Eu procurei, nessa caminhada, ser a expressão do meu povo. Traduzir os sentimentos, as angústias, as inquietações e, é claro, os sonhos do povo baiano”, destacou o ex-prefeito de Salvador.
Neto falou sobre os dois projetos apresentados para o futuro do estado. “De um lado o projeto e o caminho que dá mais tempo para aqueles que já governam a Bahia há 16 anos. Para o grupo que deixou a Bahia em primeiro lugar em violência, em primeiro lugar em desemprego, que mata os seus filhos na fila da regulação esperando um atendimento de saúde. A Bahia que está em último lugar na qualidade de ensino desse país”, detalhou.
O ex-prefeito de Salvador ainda disse que pretende criar mecanismos para zerar a fila da regulação para atendimentos urgentes, promover o turismo e o agronegócio com o intuito de movimentar a economia e promover a geração de empregos em todo o estado.
“Eu sou de verdade. Eu vou ser de verdade como governador. Eu vou governar a Bahia ao lado do meu povo, abraçado com a minha gente, nas ruas de cada cidade, na zona rural, nos becos, nos guetos, nas baixadas. Eu vou governar a Bahia como o verdadeiro responsável por proporcionar a mudança necessária para melhorar a vida de todo o povo baiano”, assegurou Neto.
Ao criticar a postura de ataque dos adversários, Neto afirmou que chegar ao governo do estado faz parte do seu propósito de vida, e destacou ter se preparado a vida inteira para assumir a gestão. “Eu nunca achei que seria fácil, eu sabia que teria que lidar com as agressões, com as mentiras, com os ataques, inclusive à minha família”, ponderou.
O candidato voltou a enfatizar que está preparado para fazer a gestão do estado com qualquer presidente escolhido pela população em outubro deste ano.
“Eles insistem em recorrer ao velho e cansado discurso de que o governador tem que ser do mesmo partido do presidente. Mas Salvador, há 10 anos, aposentou essa história”, salientou. “Salvador se viu diante dessa mesma situação e o povo compreendeu que, naquele momento, era mais importante escolher um grande prefeito, alguém que estivesse realmente preparado para governar a cidade. O resultado é que nós fizemos a melhor gestão de todo o país”, acrescentou Neto.
أحدث أقدم

PUBLICIDADE