Hospital Regional Costa do Cacau recebe mutirão de projeto filantrópico para tratamento da dor


Foto: Reprodução / IBDAH

O Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus, vai receber nos dias 02 e 03 de fevereiro, um mutirão do Projeto Expedicionários da Dor, programa de atuação filantrópica do Instituto Pain Brasil, sediado na cidade do Rio de Janeiro, que conta com médicos voluntários em projetos de cunho Científico e Social na Área da Dor, tendo como coordenador geral o médico Charles Amaral de Oliveira, membro do WIP (Instituto Mundial da Dor) e pioneiro nesse tipo de tratamento no país.
No HRCC, a coordenação para esse mutirão do projeto é do médico ortopedista Marcus Puentes, membro do Instituto Mundial da Dor. De acordo com ele, Ilhéus se tornou um polo de tratamento da dor nos últimos três anos, devido aos médicos que exercem a especialidade na cidade e ao desenvolvimento de ações já realizadas na rede municipal de saúde desde 2022.
“Com essa relação dos nossos médicos com outros médicos do país, conseguimos trazer para o município esse projeto. Já atuamos no tratamento de pacientes aqui na região, na prefeitura de Ilhéus e nas clínicas conveniadas ao Sistema Único de Saúde (SUS)”, explicou.
O médico ortopedista assegurou que o trabalho já realizado, juntamente com a formação científica dos profissionais, credenciou a cidade de Ilhéus para receber o mutirão do Projeto Expedicionários da Dor no Hospital Regional Costa do Cacau, unidade de referência em saúde pública no interior da Bahia.
“Nós temos seis colegas atuando na área e quantidade de pacientes suficientes para serem beneficiados com o projeto. Com muito carinho, propomos que fosse realizado esse mutirão no HRCC e prontamente tivemos o apoio da diretoria do hospital e da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab)”, disse.
“Conseguimos doações dos materiais das empresas que são patrocinadoras do evento para que o mutirão aconteça. Vamos receber médicos renomados de todo o país, que vão estar aqui se doando para tratar as pessoas da região cacaueira. O Hospital Costa do Cacau quando soube do projeto, prontamente abraçou a causa e na pessoa de Cristine Camara, diretora geral, e de Egídio Feitosa, médico e diretor técnico, juntos encaminhamos a viabilização do projeto, com todo respaldo e apoio da Sesab”, complementou.
Procedimentos do mutirão – Tratamento de dor da coluna, causada por hérnia de disco, estreitamento de canal medular, artrose de todas as articulações: ombro, quadril, joelho, tornozelo, cotovelo. Procedimentos para tratamento de tendinites, inflamações, bursites no ombro, tendinites em diversas regiões do corpo.
Os pacientes que participarão do Projeto Expedicionários da Dor são pré-selecionados e encaminhados para o mutirão através de regulação prévia ou pré-agendamento no ambulatório do HRCC.
أحدث أقدم

PUBLICIDADE