Richarlison supera desconfianças e dá bonito cartão de visitas na estreia da Copa

Por Ulisses Gama, de Lusail

Foto: Lucas Figueiredo / CBF

Além da vitória contra a Sérvia na estreia da Copa do Mundo, o torcedor brasileiro tem outro motivo para comemorar nesta quinta-feira (24): a afirmação de um jogador com a sempre pesada camisa 9.
Com dois gols na partida, Richarlison deu provas de que é um centroavante que o time canarinho pode contar no Mundial do Catar. Ele já lidera a tábua de artilharia ao lado de Ferran Torres, da Espanha, Giroud, da França, Taremi, do Irã, Saka, da Inglaterra, e Enner Valencia, do Equador.
Os tentos do Pombo, por sinal, encerraram um período vazio da 9, que já foi muito bem representada por Ronaldo em 2002, por exemplo. Na Copa de 2018, Gabriel Jesus não conseguiu marcar usando o número.
Com a confiança em alta, o Brasil de Richarlison e companhia volta a jogar na próxima segunda-feira (28), às 13h (horário de Brasília), contra a Suíça no estádio 974.
Postagem Anterior Próxima Postagem

PUBLICIDADE