Quijingue bate Itajuípe nos pênaltis é campeã do Intermunicipal

Equipe faturou o troféu nos pênaltis após vencer no tempo normal por 3x2

Seleção de Quijingue na foto clássica para pôster (Liga Desportiva Quijinguense

Jogando fora de casa, a seleção de Quijingue consagrou-se a grande campeã do Intermunicipal 2022 ao derrotar Itajuípe na disputa de pênaltis neste domingo (13). Após perder a partida de ida por 1x0, Quijingue fez 3x2 no tempo normal, no Estádio Humberto Badaró, em Itajuípe, e forçou a decisão nos penais. Nas cobranças, Raniel e Garrudo foram os únicos que converteram as penalidades e o placar terminou 2x0.
Robinho, Garrudo e Pó marcaram os gols de Quijingue, e Fábio e Dedeu fizeram os da seleção de Itajuípe. A final foi tensa, com quatro expulsões no primeiro tempo. Nas penalidades, brilhou o goleiro André, que defendeu as cobranças de Fábio, Mateus Silva e Pulga - a que ele não pegou foi por cima.
O título inédito chegou logo na primeira final disputada pela seleção de Quijingue, mesmo sendo apenas o segundo ano que o município compete no Intermunicipal. Já Itajuípe alcançou pela sexta vez a final. A bicampeã (1987 e 2013) ficou com o quarto vice-campeonato (1988, 1991, 1992 e 2022).
Na primeira fase, Quijingue liderou o Grupo 2 com 12 pontos, após quatro vitórias e duas derrotas. O grupo ainda tinha Valente, Santaluz e Conceição do Coité.
Na fase seguinte, a equipe eliminou Mairi e, na sequência, Serrinha. Nas oitavas de final goleou Ipiaú por 6x0, mesmo placar da goleada contra Ibirapitanga nas quartas de final. Nas semifinais, Quijingue passou pela seleção de Nova Canaã e chegou à decisão contra Itajuípe.
Outros destaques da competição foram os atacantes Romário, de Ibicuí, e Franthesco, de Nova Canaã, que marcaram dez gols, cada, e foram os artilheiros do Intermunicipal 2022. Já Rose, de Itajuípe, com seis gols sofridos em 18 jogos, foi o goleiro menos vazado.
Postagem Anterior Próxima Postagem

PUBLICIDADE