Após alta de casos, Queiroga convoca brasileiros a se vacinarem contra a Covid-19

Por Bernadete Druzian | Folhapress

Foto: Reprodução / EBC

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, fez um apelo no sábado (12), em suas redes sociais, para que a população procure as salas de vacinação para receber as doses de reforço das vacinas contra a Covid. Na postagem, lembrou que mais de 69 milhões de brasileiros não tomaram a primeira dose de reforço. E que 32,8 milhões de pessoas poderiam ter recebido a segunda dose de reforço, mas ainda não se vacinaram.
O titular da Saúde escreveu "Sabemos que as vacinas foram fundamentais para controlar a emergência de saúde provocada pela Covid-19".
Chamou a atenção também para os novos antivirais disponibilizados pelo Ministério da Saúde que, segundo Queiroga, "têm sido importantes para tratar um grupo específico de pacientes. Na publicação, não citou quais são esses medicamentos.
Ainda no sábado, uma nota técnica da Coordenação-Geral de Vigilância das Síndromes Gripais da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde alertou para o aumento do número de casos de Covid-19 e a circulação de novas linhagens da Variante de Preocupação ômicron, com ênfase nas sublinhagens BQ.1 e BA.5.3.1.
O texto fala dos dados epidemiológicos da doença no mundo e no Brasil, que indicam a necessidade de contínuo monitoramento epidemiológico do SARS-Cov 2. Segundo o levantamento, até 11 de novembro deste ano, são 34.908.198 casos e 688.656 óbitos acumulados de Covid-19 no país.
Na semana epidemiológica entre 6 e 11 de novembro, foram notificados 57.825 casos e 314 mortes por Covid pelas secretarias estaduais ao Ministério da Saúde.
Os números representam, segundo o documento, um aumento de 120% em relação à média móvel da semana anterior, que teve 3.834 notificações. Já o número de mortes diárias cresceu 28% na comparação entre os períodos. Nos últimos sete dias, até 11 de novembro, foram registrados 46 óbitos.

Vacina contra a pólio

Poucas horas após publicar o alerta sobre o aumento de casos de Covid e a necessidade de manter o esquema vacinal atualizado, o ministro Marcelo Queiroga também fez uma postagem sobre a vacinação contra a poliomielite.
"Semanas atrás eu disse que 'furaria as solas dos sapatos' andando pelo Brasil para incentivar pais, mães, avós e responsáveis a vacinarem seus filhos contra a poliomielite. Incansável, sigo firme nessa luta para impedir que a Pólio volte a registrar casos no nosso Brasil.", escreveu Queiroga.
Postagem Anterior Próxima Postagem

PUBLICIDADE