Casal suspeito da morte de empresário em pousada de Amaralina é identificado

Foto: Reprodução Redes sociais

O casal que acompanhava o empresário e escritor Roberto Neri Franco Lopo, de 57 anos, encontrado morto em uma pousada no bairro de Amaralina, em Salvador, foi identificado e é procurado pela Polícia Civil. Escritor, hipnoterapeuta, psicoterapeuta, palestrante e empresário, Roberto Lôpo é autor do livro "Hiperprodutividade", que fala sobre resultados e objetivos a serem alcançados.
O crime ocorreu na noite de segunda-feira (19). De acordo com as informações, a vítima foi encontrada amarrada e com sangramento no corpo (veja aqui). Informações obtidas pela TV Bahia com o dono da pousada indicam que a suspeita é de que Roberto percebeu que era vítima de um golpe e reagiu. O suspeito que acompanhava a mulher era lutador e teria espancado o escritor. O casal fez checkout e, em seguida, deixou o local do crime.
Em nota, a Polícia Militar disse que recebeu a denúncia e interditou o local até a chegada do Departamento de Polícia Técnica (DPT) para perícia. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML), onde será necropsiado para identificar a causa da morte. Testemunhas prestaram depoimento à polícia para ajudar a elucidar as circunstâncias da morte.
Além disso, imagens de câmeras de segurança da pousada também foram analisadas e auxiliaram na identificação dos suspeitos, que terão as prisões solicitadas à Justiça. O caso é investigado pela 1ª Delegacia de Homicídios (DH) Atlântico.
Postagem Anterior Próxima Postagem