Complexo do Alemão: Polícia Militar diz que 18 pessoas morreram na ação

Foto: José Lucena/The News2/ Estadão Conteúdo

Durante uma coletiva no início da noite de quinta-feira (21) sobre a ação no Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio, representantes das secretarias de Polícia Civil e Polícia Militar confirmaram 18 mortos na ação - 16 suspeitos e 2 inocentes. A ação começou às 5h da manhã e tinha como alvo uma quadrilha de roubo de veículos. De acordo com moradores, houve intenso tiroteio e rajadas contra um helicóptero.
Para o subsecretário operacional da Polícia Civil, Ronaldo Oliveira, o que gerou o resultado negativo foi o revide dos suspeitos. "Se eles não tivessem reagido e a gente ter prendido os 15 ou 14, mas infelizmente eles escolheram atingir os policiais", disse.
Na ocasião, os policiais lamentaram as mortes do agente Bruno de Paula Costa, que tinha dois filhos autistas, e da moradora Letícia Marinho de Sales, de 50 anos, baleada dentro do carro. Parentes de Letícia dizem que ela foi baleada por um policial. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios.
Postagem Anterior Próxima Postagem

 PUBLICIDADE