Hospital da Mulher atinge marca de 50 mil cirurgias e recebe certificação de qualidade

Foto: Divulgação

O Hospital da Mulher atingiu, na quinta-feira (3), a marca de 50 mil cirurgias. Entre os principais procedimentos cirúrgicos realizados no hospital, estão a miomectomia, histerectomia, mastectomia e histeroscopia. A área de cirurgia plástica, por sua vez, representa papel de grande destaque, sendo responsável por 84% de todas as cirurgias de reconstrução mamária realizadas na Bahia nos últimos dez anos.
“Acabamos de encerrar o Outubro Rosa, um mês totalmente dedicado à prevenção do câncer de mama, e a marca de 50 mil cirurgias do Hospital da Mulher é um número a ser comemorado, principalmente em se considerando que passamos por dois anos de uma pandemia de Covid-19 que dificultou o acesso aos serviços de saúde em geral. É algo muito significativo e que merece ser celebrado”, ressaltou a secretária da saúde do Estado, Adélia Pinheiro.
Atualmente, o Hospital da Mulher é considerado o maior hospital dedicado às doenças específicas do aparelho reprodutor feminino do Brasil, tendo recentemente recebido a certificação da qualidade pela Organização Nacional de Acreditação (ONA). A Acreditação é um método de avaliação e certificação reconhecido internacionalmente, por meio de padrões e requisitos que asseguram a qualidade e a segurança da assistência na área da saúde.
Durante o processo de avaliação, todas as áreas de atividades, desde a assistência aos aspectos estruturais, foram analisadas por equipe de avaliadores. “Agradecemos imensamente ao Governo do Estado e à Sesab, bem como a todos os colaboradores que formam essa brilhante equipe. Este reconhecimento corrobora e reafirma a qualidade dos serviços prestados para todas as baianas ao longo desses cinco anos. Vamos continuar trabalhando sempre, em busca da melhoria contínua”, destacou o diretor geral do hospital, Marco Antônio Andrade.
Para o diretor médico, Paulo Sérgio Andrade, todas as equipes têm um envolvimento tão intenso, que não há nada melhor que ser reconhecido. “Tenho certeza que esse time que está aqui hoje é engajado, que fortalece um ao outro, em um verdadeiro espírito de equipe. Percebemos na fala de todos o quanto as pessoas estão envolvidas com essa instituição. Atrelado a isso, a qualificação técnica é uma marca dos nossos profissionais. As pessoas trabalham aqui porque gostam, porque têm amor”, ressaltou.
A colaboradora e técnica de enfermagem Ana Lúcia avaliou positivamente a certificação pela ONA. “Para mim, a certificação representa crescimento profissional e institucional, e também mostra para todos a qualidade do hospital. A paciente passa a enxergar a unidade de outra maneira”.
Em cinco anos de atividades, com mais de dois milhões de atendimentos, o Hospital da Mulher é uma unidade de saúde 100% SUS certificada pelo Breast Centres Network. Em 2019, recebeu o prêmio Dr. Pinotti, concedido pela Câmara dos Deputados a entidades cujos trabalhos ou ações merecem especial destaque pela promoção do acesso e pela qualificação dos serviços de saúde da mulher.
Neste ano, além da Acreditação, o Hospital da Mulher também implantou o prontuário 100% eletrônico. Com ele é possível acessar, de forma rápida e eficaz, o histórico clínico das pacientes, assim como registrar consultas, procedimentos, plano terapêutico, prescrições, resultado de exames, imagens, gráficos, relatos e laudos.
Postagem Anterior Próxima Postagem

PUBLICIDADE