Pela primeira vez, 2º turno tem mais votantes do que o primeiro

O número de pessoas que votaram no segundo turno foi maior do que no primeiro turno em 2022 pela primeira vez na história da eleição presidencial. Isto é, claro, desde que há segunda rodada na disputa, 1989, a primeira da redemocratização.
Em média, a redução do número de votantes de um turno para outro era de 2,6% (com baixa máxima de 4,13% em 2010 e mínima de 1,22% em 2018). Neste segundo turno, o número de votantes aumentou 0,45%, mais de 566 mil votos (com 99,99% das urnas apuradas). Foram mais de 124.248.852 votantes.
O transporte público gratuito para o eleitor deve ter contribuído para esse aumento inédito, assim como a disputa muito acirrada e a campanha intensa pelo comparecimento às urnas.
O número de votos inválidos (brancos e nulos) também foi o menor da história do segundo turno: 4,59%. A menor marca anterior era a de 1989 (disputa entre Fernando Collor, do PRN, e Luiz Inácio Lula da Silva, do PT), de 5,83%. Em 2018, fora de 9,57% do total de votos da segunda rodada.

Vinicius Torres Freire/Folhapress
Postagem Anterior Próxima Postagem

PUBLICIDADE