Auditores do TCU não encontram divergências na análise dos boletins de urna


Foto: Alejandro Zambrana/Secom/TSE

Auditores do Tribunal de Contas da União (TCU) concluíram o processamento de dados extraídos de 4.162 Boletins de Urna do primeiro turno das eleições gerais de 2022, recebidos em meio físico, e comparados com a base de totalização do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os BUs impressos foram encaminhados pelo correio e digitalizados. Ao todo, foram auditados mais de 5,8 milhões de votos, sem nenhuma divergência.
De acordo com o TCU, o Painel de Integridade dos Boletins de Urna foi criado para dar transparência publicidade do trabalho inédito de verificação de amostras de BU por auditores federais de controle externo.
A amostra de 4.161 BUs de seções eleitorais foi sorteada no dia 4 de outubro de 2022, após a totalização dos votos pelo TSE.
Postagem Anterior Próxima Postagem

PUBLICIDADE