Isidório sugere criação de competições esportivas para transexuais

Por Leonardo Almeida

Foto: Cláudio Andrade/Câmara dos Deputados

O deputado federal, Pastor Sargento Isidório (Avante), sugeriu a criação de competições esportivas com participação exclusiva de pessoas transexuais. Em entrevista ao Bahia Notícias, o parlamentar respondeu a pesquisa que o elegeu o 7º pior deputado na busca pelos direitos das mulheres (veja aqui).
Em levantamento realizado pelo Elas no Congresso, o Projeto de Lei 2200/2019, de autoria de Isidório, que prevê a proibição da participação de atletas transexuais em competições do gênero feminino, foi o principal alvo de críticas.
Em resposta, o deputado afirmou que "homem que se acha mulher, não é mulher" e justificou dizendo que, na questão de atividade física, os homens biologicamente possuem mais força que as mulheres.
"Não é justo um homem que se sente uma mulher, disputar com uma mulher, atividade física. É uma questão biológica, o homem tem mais força muscular do que as mulheres e isso está claro, é só procurar. A mulher precisa competir com mulher", justificou Isidório.
“Os transexuais pegam seus colegas do mesmo gênero e vão disputar. Não é justo, por exemplo, a gente pegar um cavalo e colocar para disputar uma corrida comigo. Como que vai ser uma competição justa eu e um cavalo?”, completou.
O deputado Pastor Sargento Isidório foi o candidato à Câmara mais votado nas eleições de 2018 na Bahia, acumulando 323.264 votos.
Postagem Anterior Próxima Postagem

 PUBLICIDADE