União Brasil confirma conversa com PT na Bahia, mas descarta apoio a Lula no 1º turno

Foto: Reprodução / CNN

O União Brasil confirmou que mantém o diálogo com o PT na Bahia, mas que não abre mão da candidatura de Luciano Bivar à Presidência da República. “O PT conversa com o União Brasil em alguns Estados, como na Bahia. No entanto, em âmbito nacional, a candidatura do deputado federal Luciano Bivar (União Brasil-PE) ao Palácio do Planalto é irreversível", afirmou o partido em nota enviada ao UOL.
O posicionamento da sigla vem após o site Metrópoles, parceiro do Bahia Notícias, publicar que a legenda teria pedido ao PT a retirada da candidatura de Jerônimo Rodrigues e a declaração de apoio a ACM Neto, para Bivar desistir da disputa pelo Palácio do Planalto. Caso o acordo fosse confirmado, Bivar ganharia a vaga de senador na chapa de Danilo Cabral, do PSB, em Pernambuco, e o União Brasil apoiaria a candidatura de Fernando Haddad em São Paulo. A sigla indicaria o vice do petista, se a composição fosse fechada (saiba mais aqui).
Porém, com a costura para o Senado considerada improvável, uma outra alternativa é Bivar tentar reeleição como deputado federal. Segundo publicou a Folha de S. Paulo, Bivar relatou a aliados que Lula sinalizou que poderia apoiá-lo na disputa pelo comando da Câmara dos Deputados em 2023, caso vença a eleição, em troca do apoio da União Brasil no primeiro turno (veja aqui).
Para Bivar, importa o apoio de Lula não apenas numa eventual busca pela presidência da Câmara no ano que vem, mas também para que ele seja reeleito deputado. Aliados do presidente da União Brasil dizem que sem uma articulação na qual o PT e o PSB construam o apoio de prefeitos do estado a Bivar, seria difícil o parlamentar conquistar nova vaga na Câmara.
O parlamentar teria ficado empolgado com a ideia e conversou com correligionários a respeito. Uma decisão é esperada até sábado (30).
Postagem Anterior Próxima Postagem

 PUBLICIDADE