Marinha apura denúncia de furto de celular de um cabo dentro do quartel na Base Naval de Aratu

A Marinha do Brasil apura uma denúncia de furto de um celular de um cabo, que teria sido cometido por um recruta, dentro do quartel a vítima onde serve, na Base Naval de Aratu, em São Tomé de Paripe, em Salvador.
Informações preliminares apontam que o recruta chegou a ser detido, em um shopping da capital baiana, na noite de sexta-feira (15). Uma guarnição da Polícia Militar fazia ronda na região quando foi acionada por seguranças do centro comercial.
No local, o cabo teria informado que teve o celular furtado na terça-feira (12), dentro do quartel. Ele teria visto o anúncio de venda do aparelho em um site de vendas, e decidiu marcar um encontro com o suposto vendedor.
Ao chegar no local, encontrou o colega de trabalho. A Marinha informou que o caso é investigado pelas autoridades competentes.
Postagem Anterior Próxima Postagem

 PUBLICIDADE