Idosa de 99 anos reencontra irmãos após 75 anos de separação no sul da Bahia: 'Achei a minha família inteira'

A baiana Nati Vasconcelos vai completar 100 anos em dezembro. Ela pediu de presente de aniversário o reencontro com os dois irmãos, de 92 e 75 anos, que ela não via há pelo menos 75 anos, depois que deixou a cidade natal, Ilhéus, no sul da Bahia, para tentar melhores condições de vida em São Paulo.
A idosa, que mora no interior de São Paulo, pediu de presente de aniversário a localização da família em Ilhéus. O sonho se tornou realidade na quarta-feira (27), no aeroporto da cidade. Sobrinhos, irmãos, netos. Uma família numerosa se concentrou no setor de desembarque.
Com flores, cartazes com frases de boas-vindas e muita ansiedade eles aguardaram o voo das 17h. A aeronave trazia Nati Vasconcelos, que deixou o município baiano ainda jovem.
O reencontro dos irmãos Vasconcelos no Aeroporto de Ilhéus foi emocionante. Nati chegou de cadeira de rodas e foi recebida com música. Jorge de 75 anos e Anália, de 92, abraçaram forte a irmã. A busca pelos familiares na Bahia já durava anos, mas não tinha tido sucesso.
"Uma irmã que eu nunca vi, quando ela saiu estava com quatro meses, novinho. Então eu só tenho alegria né", disse Jorge, que tinha apenas quatro meses quando a irmã deixou a Bahia.
No ano passado, no aniversário de 99 anos, enquanto soprava a velinha, Nati Vasconcelos pediu de presente de aniversário o reencontro com os irmãos. Diante do pedido, a família em São Paulo intensificou as buscas.
"Estou feliz! Quem tem Deus tem tudo. Pedi a Deus para achar meus irmãos e achei a minha família inteira", comemorou Nati.
"Meu coração está bem. Eu vi a minha irmã que há tantos anos eu não via. Quando ela saiu, que viajou, eu ainda estava na cama do meu pai, eu era moça noiva. Ela saiu em um mês e eu me casei no outro", lembrou Anália, de 92 anos.
Em junho deste ano, os caminhos dos irmãos Vasconcelos se cruzaram novamente. Para realizar o sonho, a idosa enfrentou o medo e viajou de avião pela primeira vez.
"Ela nunca tinha andado de avião, nem a gente. Foi uma experiência, desejo do coração dela, desde quando começou achar um por um [parente] ela não falava sobre mais nada, só queria decolar para reencontrar os parentes e conhecer os que ela ainda não tinha conhecido", contou Taíssa Mendes, uma das parentes da idosa.
Para comemorar o reencontro dos irmãos e o centenário Nati Vasconcelos, a família pretende fazer uma grande festa, com cerca de mil convidados.
"Cem anos dela, ela faz esse ano, no dia 3 de dezembro. Então a gente está comemorando já com a família toda, foi um prazer estar aqui, essa recepção linda, maravilhosa da família e a gente está muito feliz", disse Taíssa Mendes.
Postagem Anterior Próxima Postagem

Publicidade

 PUBLICIDADE

Publicidade