Homem que esfaqueou Bolsonaro pode ser solto após decisão judicial

Adélio Bispo de Oliveira foi absolvido impropriamente pelo juiz federal Bruno Savino em 14 de junho de 2019. No caso, sua prisão preventiva foi convertida em internação

A partir de 14 de junho, Adélio Bispo de Oliveira deverá passar por uma nova perícia médica que vai verificar se ele não é mais um homem perigoso para a sociedade. A depender do resultado do exame, a Justiça pode decidir ou não pela liberdade do homem responsável por esfaquear o presidente Jair Bolsonaro (PL), em 2018.
A perícia vai avaliar se Adélio ainda sofre dos transtornos que o levaram à internação. A depender da constatação, ele poderá deixar a penitenciária federal de Campo Grande por decisão do juiz federal Luiz Augusto Iamassaki Fiorentini, da 5ª Vara Federal da capital sul-mato-grossense. O magistrado é responsável pela fiscalização da internação do réu.
Adélio Bispo de Oliveira está preso desde 6 de setembro de 2018, quando cometeu o atentado contra a vida do então candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro. Sobre o assunto, leia matéria completa AQUI...
Postagem Anterior Próxima Postagem