Ídolo do Corinthians, Rincón morre aos 55 anos após acidente de carro

Ex-jogador estava internado em um hospital na Colômbia, mas não resistiu aos ferimentos

Rincón se tornou ídolo do Corinthians

O ex-jogador colombiano Freddy Rincón (confira galeria de fotos abaixo) faleceu na madrugada desta quinta-feira (14), aos 55 anos, em decorrência dos graves ferimentos sofridos em um acidente de carro, ocorrido em Cali, na Colômbia, na madrugada da última segunda-feira (11). Ídolo do Corinthians, o ex-meia sofreu um severo traumatismo craniano e estava internado na UTI da Clínica Imbanaco, mas não resistiu e acabou falecendo.

O ACIDENTE

O acidente aconteceu na madrugada da última segunda-feira (11). Um ônibus colidiu com um carro SUV, onde estava o ex-jogador. Além de causar a morte de Rincón, o acidente deixou outras quatro pessoas feridas.

RELEMBRE A TRAJETÓRIA DE RINCÓN

Nascido em Buenaventura, Colômbia, Freddy Rincón iniciou sua trajetória no futebol profissional atuando pelo Atlético Buenaventura. Pouco tempo depois, rumou para o Tolima e posteriormente chegou ao Independiente Santa Fé. Após o destaque junto à seleção colombiana, o volante seguiu para o América de Cali.
Em 1994, Rincón fez sua primeira passagem pelo futebol brasileiro. Junto ao Palmeiras, o colombiano conquistou o Campeonato Brasileiro daquele ano. Após o fracasso da seleção colombiana na Copa do Mundo, o volante deixou o Palmeiras e foi para o Napoli, da Itália. Mais tarde, em 1995, Rincón foi contratado pelo Real Madrid.
A falta de oportunidades na equipe merengue fez com que o colombiano retornasse ao futebol brasileiro. Em 1996, Rincón retornou ao Palmeiras. Um ano depois, o volante trocou o Verdão pelo seu maior rival, o Corinthians.
Rincón viveu seu auge no Timão, onde ficou de 1997 até 2000 e conquistou o Mundial de Clubes da Fifa de 2000, os Campeonatos Brasileiros de 1998 e 1999 e o Campeonato Paulista de 1999. O colombiano ainda atuou por Santos e Cruzeiro antes de retornar ao Corinthians para encerrar sua carreira, em 2004.
Fora de campo, Rincón se viu cercado por polêmicas após o término de sua carreira. A pedido da justiça do Panamá, o ex-jogador chegou a ser detido em 2007, sob acusação de lavagem de dinheiro e tráfico de drogas. Mais tarde, em 2016, o ídolo do Corinthians foi absolvido pelo Órgão Judicial do Panamá.
Ao todo, o volante colombiano viveu uma carreira com grandes conquistas, sendo campeão por diversos clubes onde passou. Em seu país, Rincón conquistou a Copa da Colômbia atuando pelo Independiente Santa Fé. Junto ao América de Cali, o ex-jogador foi bicampeão do Campeonato Colombiano. No futebol brasileiro, além de levantar diversos troféus pelo Corinthians, também conquistou um Brasileirão junto ao Palmeiras.
Postagem Anterior Próxima Postagem