Morre um dos ocupantes de helicóptero da Petrobrás que fez pouso forçado na Baía de Camamu

O tripulante de um helicóptero que transportava funcionários da Petrobras morreu, na manhã desta quarta-feira (16), após a aeronave fazer um pouso forçado na baía de Camamu, próximo ao campo de Manati, na região do baixo-sul da Bahia.
De acordo com publicação do site G1, o homem chegou a ser resgatado por uma embarcação próxima, mas não resistiu aos ferimentos. A Petrobras não detalhou se ele era funcionário da estatal, ou prestador de serviços via empresa terceirizada. A identidade dele ainda não foi divulgada. Outras 12 pessoas também foram resgatadas, mas com ferimentos leves.
Os outros feridos foram encaminhados para Salvador, para atendimento médico. Duas aeronaves do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer) fizeram o resgate de 11 das 12 vítimas, que não tiveram estado de saúde revelados. Algumas pessoas foram levadas para o Hospital Cárdio Pulmonar.

Informações preliminares apontam que o helicóptero precisou fazer o pouso forçado ao chegar para aterrissar na Plataforma de Manati (PMNT-1). A Petrobras lamentou o incidente e informou que uma comissão será formada para apurar o que causou a situação. A estatal disse, ainda, que os órgãos competentes já foram comunicados a respeito.
Postagem Anterior Próxima Postagem