Estuprador deixa cadeia em Teixeira e se suicida em Porto Seguro

José Raimundo Nascimento do Santos, 55 anos, acusado de estupro, se enforcou em Porto Seguro, na madrugada de sexta-feira (11). Ele deixou a cadeia, em condicional, após ter estuprado e matado por asfixia e pauladas a menor Layla Nascimento dos Santos, de 11 anos, em março de 2020, no distrito de Guarani, em Prado. José Raimundo Santos confessou o crime, segundo a polícia. A menina foi morta e teve o corpo escondido por ele em uma mata, perto de uma estrada que liga o distrito de Guarani. Foi o acusado quem levou a polícia até o local onde o corpo foi encontrado. José Raimundo se matou no mesmo dia em que saiu da cadeia. Ele respondia por estupro de vulnerável, homicídio e ocultação de cadáver e cumpria pena no presidio de Teixeira de Freitas. Logo que foi liberado, José Raimundo foi para o Assentamento Terra Nova e, com sua chegada, os parentes da menor deixaram a localidade, no interior de Porto Seguro, com medo do agressor. (Giro de Noticias)
Postagem Anterior Próxima Postagem