De 'Festival Vermelho' à Concha Acústica da UERJ: Lula prepara giro pelo Rio

 

RIO — O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) desembarca neste fim de semana no Rio de Janeiro para uma série de atos e encontros políticos entre sábado e quarta-feira. A visita inicialmente prevista para fevereiro foi adiada após as chuvas que provocaram a tragédia em Petrópolis, na região serrana do estado.

CONTINUER COM PUBLICIDADE


O primeiro compromisso público do petista será no "Festival Vermelho", uma festa em comemoração ao centenário de fundação do PCdoB, em Niterói, região metropolitana do Rio. Ao lado de lideranças partidárias, intelectuais e artistas, Lula fará um ato político como o mote "Frente ampla para florescer a esperança".

O festival, que ocorre na sexta e no sábado, tem presenças confirmadas de nomes como o ex-ministro das Relações Exteriores Celso Amorim, a presidente nacional do PCdoB Luciana Santos, a deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ), a ex-deputada federal Manuela D'Ávila, além de artistas como Leci Brandão, Zélia Duncan, BNegão, Mart'nália e Moacyr Luz.

No domingo, Lula fará uma visita à deputada federal Benedita da Silva (PT-RJ), que recentemente passou por uma cirurgia e se recupera em casa. Benedita é a coordenadora do Núcleo de Evangélicos do PT (NEPT), que já possui grupos em 21 estados para ampliar o diálogo com esse público. O segmento religioso é visto como estratégico pela pré-campanha petista para derrotar o presidente Jair Bolsonaro (PL) nas eleições.

Na segunda-feira, o ex-presidente vai participar de reuniões partidárias fechadas. Na pauta estarão as costuras políticas em torno das alianças para as eleições no estado do Rio. Lula já garantiu que vai apoiar o deputado federal Marcelo Freixo (PSB) para o governo do estado.

Porém, o diretório petista fluminense defende que ele suba no maior número de palanques possíveis para ampliar seu eleitorado, e um apoio ao pré-candidato do PDT e ex-prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, não é descartado. Além disso, o PT espera ainda a palavra final de Lula sobre a candidatura ao Senado no estado.

Atualmente o pré-candidato petista à cadeira de senador é o presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), André Ceciliano. Porém, em meio às negociações de uma chapa única entre PT e PSB no estado, o deputado federal Alessandro Molon (PSB) também disputa a candidatura.

Fechando a programação, Lula vai participar na quarta-feira de um ato na Concha Acústica Marielle Franco, na Universidade do Estado do Rio de Janeiro. No espaço, vai ocorrer um evento do Grupo de Puebla, fórum que reúne lideranças internacionais de esquerda.

Postagem Anterior Próxima Postagem