Aliados pressionam PT a agilizar mobilização de rua para Lula

Aliados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva dentro e fora do PT ampliaram a pressão para que o partido avance na mobilização popular em torno da provável candidatura ao Palácio do Planalto. O argumento é o de que não dá para esperar a campanha oficial para sensibilizar os eleitores.
Antes restrita aos bastidores, a cobrança começou a vir a público nos últimos dias. O argumento, em linhas gerais, é o de que o projeto de um terceiro mandato para Lula precisa ganhar as ruas e chegar às chamadas massas populares como forma de fazer frente ao presidente Jair Bolsonaro (PL).
A preocupação já foi levada à cúpula petista por aliados como o líder do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) e pré-candidato do PSOL ao governo de São Paulo, Guilherme Boulos, e por porta-vozes da Frente Brasil Popular, que agrega dezenas de movimentos sociais.
O apelo também foi externado pela Articulação de Esquerda (corrente interna da legenda, minoritária, que reúne a ala mais à esquerda). Em resolução deste mês, o grupo registrou a necessidade de “mobilização militante e programa popular” para “derrotar o neofascismo e o neoliberalismo”. Leia mais...
Postagem Anterior Próxima Postagem