Rui considera retorno de eventos com até 5 mil pessoas em março: 'Depende dos números'

Por Anderson Ramos / Bianca Andrade

Foto: Reprodução / Sercio Freitas

O governador Rui Costa (PT) apresentou um cenário promissor para o setor de eventos em março, caso os números da Covid-19 no estado continuem em queda.
Em conversa com a imprensa nesta quinta (17) durante a cerimônia de 197 anos da PM-BA, na Vila Militar, o gestor estadual afirmou que a saúde da população está acima de qualquer evento, porém, caso o cenário da pandemia seja melhor em março, o setor poderá ser beneficiado.
"Nós não flexibilizaremos para nenhum evento. A saúde da população tá acima disso. O que nós podemos fazer, paulatinamente, se os números continuarem caindo, é iniciar o retorno progressivo e lento de flexibilização das medidas. Mas elas ocorrerão proporcionalmente na medida da queda da doença", pontuou.
Rui afirma que é possível que a capacidade de público em evento seja modificada. A alteração, caso seja oficializada, acontece após o calendário de festas do verão na Bahia, momento mais agitado para o setor de eventos no estado, que pelo segundo ano consecutivo não pode ser realizado em sua totalidade.
"Se o número continuar em queda até o final do mês, nós iniciaremos o mês de março com um retorno as condições anteriores, e vamos flexibilizar. Então se hoje é 1500, nós podemos, se esse número continuar caindo, nos primeiros dias de março voltar a 3 mil, se continuar caindo, para 5 mil, e assim sucessivamente. Tudo ai depender do número dos contaminados e de quem tá internado".
O último decreto atualizado pelo governador proibiu as festas de rua no período do Carnaval (leia aqui).
Postagem Anterior Próxima Postagem