PT não aceita pito nem considera federação com PSB essencial, afirma deputado

José Guimarães

O deputado federal José Guimarães (CE), um dos vice-presidentes do PT, afirmou que o partido recebeu com indignação as reclamações do presidente do PSB, Carlos Siqueira, segundo quem faltaria reciprocidade do partido de Lula nas negociações para a formação de uma federação.
“A militância não aceita que alguém de outro partido fique dando pito no PT. ‘Faça isso senão não vou…’ Quem não quiser não vai. Não estamos pedindo favor a ninguém para compor a federação”, afirmou Guimarães, 64, hoje integrante do núcleo político próximo a Lula.
Em entrevista à Folha, Siqueira havia apontado como entrave a proposta de o PT controlar 27 das 50 cadeiras de uma possível federação entre PT, PSB, PC do B e PV, o que seguiria a proporcionalidade do tamanho das bancadas na Câmara.
Siqueira defende que outros parâmetros sejam levados em conta, como o número de prefeitos —em que o PSB se sai melhor.
O dirigente do PSB disse esperar também “reciprocidade” do PT em palanques estaduais, em especial São Paulo, onde Fernando Haddad (PT) e Márcio França (PSB) disputam a vaga de candidato da coalizão ao governo.
“Ninguém tira tamanho dos partidos por decreto. O PT é do seu tamanho e é desse tamanho que nós vamos para a eleição”, afirmou Guimarães, dizendo ainda considerar muito difícil Haddad não ser candidato.
O presidente do PSB manifestou preocupação de o PT tentar ter a hegemonia em uma eventual federação. Como o partido irá contornar essa insatisfação? O PT não iniciou o debate sobre federação somente por questões eleitorais. O PT entende que a federação é um instrumento que pode ser fundamental para alterar a correlação de forças dentro do Congresso, com um bloco de esquerda, centro esquerda, que seja capaz de iniciar uma nova governabilidade congressual.
Agora, nós não fomos procurar nenhum desses partidos para fazer federação. Nós iniciamos o debate a partir da solicitação deles, e não tem nada definido. Portanto, se um dos partidos discorda de uma ou outra tese do PT, se discute isso internamente.
O PT não vai resolver nada das federações pelas páginas de jornais ou recebendo pito desse ou daquele partido. O PT tem história, tem maturidade.
Esse tipo de posição do presidente do PSB não ajuda, só atrapalha, e complica fortemente aquele desejo que é quase unânime na bancada de deputados do PSB e de muitos deputados do PT.

FEDERAÇÕES PARTIDÁRIAS EM NEGOCIAÇÃO

PT/PSB/PV/PC do B
PSOL/Rede
MDB/PSDB
União Brasil/MDB
Cidadania/Podemos
Cidadania/PSDB
Cidadania/PDT

O PT não estaria obtendo apoio ao presidente Lula sem dar algo relevante em troca? No debate que fizemos com os quatro partidos sobre o estatuto da federação foi colocado um critério para respeitar o tamanho dos partidos, tamanho do Congresso, ninguém pode querer ser mais do que outro se não tem voto para isso. Leia mais AQUI...
Postagem Anterior Próxima Postagem