Preço da cesta básica em Salvador inicia 2022 com aumento de 2,58%, diz Seplan

Foto: Divulgação

A Cesta Básica de Salvador passou a custar R$ 459,13 em janeiro de 2022, representando uma elevação de 2,58% em relação ao mês de dezembro de 2021, de acordo com dados divulgados na sexta-feira (4) pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Secretaria do Planejamento (Seplan).
Os resultados foram obtidos pela SEI por meio de 1.314 cotações de preços que foram coletados em 108 estabelecimentos comerciais em Salvador, como supermercados, açougues, padarias e feiras livres.
A ração essencial mínima, regulamentada pela Lei nº 399 de 30 de abril de 1938, é uma cesta básica de alimentos com quantidades predefinidas de 12 produtos - arroz, feijão, farinha, carne, legume, fruta, óleo, café, leite, açúcar, pão e manteiga -, constituída de forma balanceada em termos de proteínas, calorias, ferro, cálcio e fósforo, e suficiente para o sustento e bem-estar de um trabalhador em idade adulta.
Dos doze produtos da Cesta Básica, 9 registraram elevação nos preços, a saber: tomate (15,58%), café moído (10,01%), manteiga (8,41%), farinha de mandioca (7,61%), banana prata (6,03%), pão francês (2,34%), feijão rajado (1,87%), açúcar cristal (1,01%) e o leite (0,57%). Por sua vez, apresentaram redução a carne bovina (-5,93%), o arroz (-2,33%) e o óleo de soja (-0,12%).
Em janeiro de 2022 o trio arroz, feijão e carne apresentou variação de -4,3% e foi responsável por 38,0% do valor de uma cesta básica, ao passo que, em dezembro de 2021, o trio representou 40,8%. Por sua vez, o quarteto café, leite, pão e manteiga aumentou 3,8% e foi responsável por 29,5% do valor de uma cesta no mês de janeiro, sendo que em dezembro de 2021 esse quarteto representou 29,1% do valor da cesta.
Os três produtos com maior participação no valor da Cesta Básica foram a Carne bovina (27,99%), Tomate (19,07%) e Pão francês (14,11%) e os itens com menor participação foram Açúcar (2,51%), Café moído (1,88%) e Óleo de soja (1,84%).
Em janeiro de 2022, o tempo de trabalho gasto por um trabalhador para obter uma cesta básica em Salvador foi de 90h05min, comprometendo 40,95% da sua renda. Nesta análise, considerou-se um salário mínimo líquido no valor de R$ 1.121,10, descontando-se 7,50% de contribuição previdenciária do salário bruto de R$ 1.212,00.
Postagem Anterior Próxima Postagem