Mercadante diz que não disputará eleição a nenhum cargo e que fará “o que precisar para eleger Lula”


Aloizio Mercadante

O presidente da Fundação Perseu Abramo, Aloizio Mercadante, com longa trajetória no PT e tendo passado por cargos de ministro, deputado e senador, afirmou em entrevista ao UOL que “não há hipótese” de ele disputar eleição este ano.
“A minha contribuição no Parlamento eu já dei e sou muito favorável à renovação. Eu não disputo eleição desde 2010, isso não é uma novidade”, disse.
Quanto ao governo do estado de São Paulo, afirmou que o melhor candidato é Fernando Haddad, que teve 47 milhões de votos [na candidatura à presidência em 2018] e “tem muitas chances de ganhar”.
Mercadante destacou que conduz, na Perseu Abramo, 25 núcleos de acompanhamento de políticas públicas, como cultura, educação, saúde, economia (onde há 90 economistas trabalhando).
Questionado pelo jornalista Tales Faria se será ministro de um eventual governo Lula, Mercadante disse que essa pergunta não é para ele. “Nós não ganhamos a eleição, vocês já querem nomear o vice, o ministro, o chefe de gabinete. Ó, pé no chão, sem sapato alto, que a gente não ganha eleição na véspera. Não tem essa de ficar distribuindo cargo no governo”.
O jornalista insistiu, lembrando que José Dirceu descartou a hipótese, e perguntou se Mercadante não iria fazer o mesmo. “Se tiver uma bucha bem grande, talvez lembrem de mim. O meu papel sempre foi esse. Mas eu farei o que precisar para eleger o Lula. E estou muito bem na presidência da Fundação Perseu Abramo”, respondeu o petista.
Postagem Anterior Próxima Postagem