Mãe diz que viajou de ônibus com corpo do filho agredido por padrasto


A mãe do menino Adrian Benjamim Santana, de apenas dois anos – encontrado morto dentro de casa, na noite de segunda-feira (7),no bairro do Caji, em Lauro de Freitas – revelou que o menino foi espancado pelo padrasto. Testemunhas também chegaram a afirmar, nesta terça-feira (8), que o rosto da criança estava machucado e a cabeça inchada. Até então, ninguém foi preso.
O caso aconteceu na região de Cabuçu, distrito da cidade de Saubara. A mãe de Adrian, que tem 19 anos, estava com o companheiro, e os dois filhos, em uma fazenda, onde o suspeito trabalhava cuidando de cavalos. Conforme divulgou o Portal G1, a mãe do menino disse que sabia que o filho estava morto, e que viajou com o corpo do garoto de Saubara até Lauro de Freitas sem que as pessoas percebessem. A ideia era pedir socorro para a família dela.
A mulher chegou a contar para a polícia que durante a viagem de pouco mais de uma hora e meia, os passageiros não desconfiaram, porque parecia que o menino estava dormindo. Tanto a polícia Civil, quanto Militar, não divulgaram se Adrian tinha marcas de violência, mas informaram que uma perícia está sendo feita.
Já a bisavó do garoto, Maria das Dores, relatou que a família ainda está em choque com o ocorrido. “Ela [A mãe de Adrian] já encontrou a criança morta. Aí veio chamar a gente, já entrando em desespero, e nós aqui entramos em desespero também. Se foi ele mesmo que matou, ele precisa ser encontrado. Ele tem que pagar por esse crime”.
Postagem Anterior Próxima Postagem