França vê Alckmin ‘99,99%’ no PSB e rechaça comparação com Temer: ‘É de absoluta lealdade’

O ex-governador paulista Márcio França. Foto: Divulgação/Governo de SP

O ex-governador e pré-candidato ao governo de São Paulo Márcio França, do PSB, afirmou nesta segunda-feira 14 que o ex-tucano Geraldo Alckmin “está decidido” a se filiar à legenda socialista para ser postulante a vice-presidente na chapa encabeçada por Lula, do PT.
Em entrevista a CartaCapital no YouTube, França também rechaçou comparações entre a aliança Lula/Alckmin e a chapa Dilma Rousseff/Michel Temer, encerrada com o golpe de 2016.
“Completamente desproporcional a comparação. E eu até disse que o Lula não é a Dilma – do ponto de vista da habilidade política, o Lula é incomparavelmente mais habilidoso que a Dilma”, afirmou o socialista. “Acho impossível um fato assim com o Lula e menos ainda pelo Alckmin. O Alckmin, pelo menos na convivência comigo, tem como traço da personalidade a absoluta lealdade.”
Ao relembrar o início das negociações para viabilizar a outrora improvável chapa, França diz ter afirmado a Lula “que Alckmin poderia completar e fazer uma sinalização para parte da sociedade” de que o petista “poderia ser mais amplo”.
França também declarou a CartaCapital que a filiação de Alckmin ao PSB está “99,99%” definida, “um pouquinho a mais que [a chance de] ele ser vice”.
“Ele está decidido a se filiar aqui, é o partido com o qual ele tem mais afinidade. É claro que para ele é um processo muito duro, ele foi fundador do PSDB. Mas ele está decidido. Dentre os partidos que estarão no campo, ele não tem muitas possibilidades. Eu acho que ele está decidido a vir para cá.”
Postagem Anterior Próxima Postagem