Bahia identifica autor de injúria racial contra Luiz Henrique; clube pode ser punido

Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

O Bahia identificou nesta quinta-feira (17) o sócio do clube responsável por proferir uma ofensa racista ao lateral-esquerdo Luiz Henrique durante o jogo contra o CSA na última quarta (16), na Arena Fonte Nova, pela Copa do Nordeste (saiba mais sobre o caso aqui). Segundo informações do ge.globo, o torcedor vai ao CT Evaristo de Macedo para se desculpar pessoalmente com o atleta.
As imagens do homem, que xingou e fez piada com o cabelo de Luiz Henrique, foram divulgadas por uma página no Instagram chamada "Bahia Mil Grau", seguida por 109 mil usuários. A pessoa que filmou o ocorrido riu e endossou o ato.
O caso pode render uma punição ao Bahia e ao torcedor. O artigo 243 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) prevê punição para quem "praticar ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência".
A pena vai de multa entre R$ 100 e R$ 100 mil e, em casos graves, perda dos pontos da partida e de mandos de campo.
De acordo com o Código de Ética e Conduta do Bahia, o torcedor pode sofrer advertência, suspensão e exclusão do quadro de sócios após tramitação de processo.
Postagem Anterior Próxima Postagem