ACM Neto firma compromisso para pavimentar trecho da BA-351

O pré-candidato a governador ACM Neto (União Brasil) firmou na quinta-feira (17) o compromisso de, se eleito, pavimentar a BA-351, no trecho que passa pelos municípios de Buritirama, Mansidão e Santa Rita de Cássia. Esta é uma reivindicação antiga da população da região e motivou manifestações para cobrar a realização da obra ao governo do Estado.
Neto realiza mais uma edição do movimento Pela Bahia, passando desta vez pelos municípios de Barra, Buritirama e Mansidão, nesta quinta. Nesta sexta-feira (18), ele irá a Ipupiara, Oliveira dos Brejinhos e Boquira. Durante eventos em Buritirama e Mansidão, Neto destacou a necessidade de pavimentação da rodovia para a região. Foi a primeira vez que ele visitou Mansidão.
“É uma demanda antiga da região. Fazer a ligação entre Buritirama, Mansidão e Santa Rita não é apenas uma integração regional, é abrir um espaço para a integração com toda a região de Barreiras e Luis Eduardo Magalhães, o que inclusive vai trazer resultados econômicos importantes para essa região”, disse Neto, durante evento em Buritirama.
Além disso, a ligação também fará a integração com as rodovias federais da região, que levam a Brasília e estados vizinhos da Bahia. “Um compromisso que vamos firmar com toda esta região é de assegurar a realização do asfaltamento de Buritirama a Mansidão e de Mansidão a Santa Rita”, pontuou o pré-candidato.
Ele citou ainda a questão da segurança hídrica em Buritirama. “A adutora foi feita no governo de Paulo Souto e projetada para ter capacidade de 15 anos. A gente estava sobrevoando e deu para ver o quanto a cidade cresceu, a população se expandiu. E eu pergunto: o que eles fizeram (governos do PT) para garantir a segurança hídrica do município, para evitar que corrêssemos um risco de enfrentar colapso de abastecimento no sistema?”, questionou, ao firmar o compromisso de garantir o abastecimento de água na cidade.
Em Buritirama, o prefeito Arival Viana (União Brasil) falou sobre a ausência de ações do governo do Estado. Neto disse que “não podemos aceitar essa postura de perseguição”. “É inaceitável que o governo vire as costas para a cidade apenas pelo fato de o prefeito não estar bajulando o governador, não ficar lá puxando o saco na governadoria. Mas quando o governo se distancia de Buritirama, ele não está se distanciando de você, Arival, mas do povo desta terra”, disse.
ACM Neto também falou sobre a área da saúde e destacou a necessidade de ampliar a regionalização da rede. “Só há um caminho: garantir a regionalização da saúde, a expansão da média e alta complexidade no interior, implantar uma quantidade maior de hospitais regionais. É preciso chamar as prefeituras que já têm hospitais regionais e funcionam bem, garantir mais estrutura, ampliar, chegar junto, pagar a conta, não dá para deixar nas costas do prefeito, e assegurar a ampliação do atendimento”, destacou.
Postagem Anterior Próxima Postagem