Diretor-geral de Itaipu pede demissão

Foto: Reprodução / Itaipu.gov

O diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, general João Francisco Ferreira, pediu demissão na manhã de terça-feira (25). No cargo desde abril de 2021, Ferreira convocou uma reunião da diretoria para anunciar sua decisão, atribuída a atritos com o ministro das Minas e Energia, almirante Bento Albuquerque.
Aos diretores e assessores, Ferreira alegou razões pessoais. Segundo colaboradores, a decisão foi tomada após receber um telefonema de Bento Albuquerque. Na reunião, ele teria manifestado a disposição de deixar imediatamente o cargo. Mas foi aconselhado a esperar o sucessor a ser nomeado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL).
O mais cotado é o diretor-financeiro, vice-almirante Anatalício Risden Jr, cujo nome tinha sido defendido por Bento Albuquerque para sucessão do general Joaquim Luna e Silva, quando este assumiu a presidência da Petrobras.
Ferreira, que foi indicado por Luna, vinha enfrentando dificuldades na negociação com os paraguaios para fixação de tarifa de energia.
A direção de Itaipu divulgou, em nota, seu pedido de exoneração. "O general Ferreira agradece o apoio e o comprometimento dos parceiros da usina, em especial à Família Itaipu, como se refere ao grupo de empregados", diz a nota.

O Ministério das Minas e Energia ainda não se manifestou.
Postagem Anterior Próxima Postagem