Demora do DNIT para realizar reparo em cratera na BR-330 revolta população de Ubatã


Vinte e três dias depois de uma cratera ser aberta no trecho urbano da BR-330, em Ubatã, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT) não iniciou o reparo na rodovia. A situação, ocorrida em 26 de dezembro (lembrar), obrigou a criação de um desvio por dentro da cidade, o que tem destruído diversas ruas, danificado residências, tirado a paz da comunidade e revoltado a população.
Após ser pressionado em diversas audiências pelo prefeito Tinho e pela Câmara Municipal, o DNIT se comprometeu a fazer o reparo das ruas danificadas, mas a manutenção, além de lenta, é vista com de péssima qualidade. Imagens de carretas, ônibus e atolados nas vias públicas do município têm sido amplamente divulgadas nas redes sociais. As informações e imagem são do Ubatã Notícias.
“O DNIT está tranquilo. Tem desvio por dentro da cidade”; “Absurdo essa demora do DNIT”, são algumas das centenas de manifestações criticando o órgão federal, que em contato com a gestão municipal nesta terça-feira, 18, informou que às 9h desta quinta-feira, 20, terá a resposta de uma empresa se aceitará ou não tocar a obra de manutenção da BR-330.
Postagem Anterior Próxima Postagem