Bolsonaro pode ser vetado nos Estados Unidos após deixar a Presidência

Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)

Por Guilherme Amado, do Metrópoles - Num vídeo publicado na semana passada nas redes sociais, Jair Bolsonaro afirmou que possivelmente teria que sair do país num eventual novo governo, que não fosse o dele. Entretanto, ele teria dificuldade, quando não impedimento, para entrar na maioria dos países. Nos desenvolvidos, em quase todos.
Bolsonaro afirma não ter se imunizado e, hoje, só entram vacinados em Estados Unidos, Espanha, Holanda, Bélgica, Alemanha, França, Finlândia, Reino Unido, Canadá, Argentina, Chile, Uruguai, Paraguai, Peru, Equador, Canadá e Catar, para citar alguns.
Mas, se o presidente seguir afirmando que não se vacinou, poderá entrar em Costa Rica, Rússia, Panamá ou Líbano, também para ficar entre alguns.
É impossível saber se Bolsonaro se vacinou ou não porque o governo decretou sigilo de 100 anos sobre a carteira de vacinação do presidente e sobre os exames de antígeno, que permitiram ver se ele gerou anticorpos contra a Covid. A decretação dos dois sigilos ocorreu após a coluna solicitar via Lei de Acesso à Informação cópia dos dois documentos.
Postagem Anterior Próxima Postagem