"2022 vai ser uma verdadeira guerra", prevê Boulos

Para Guilherme Boulos, líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e ex-candidato à prefeitura de São Paulo, o ano eleitoral de 2022 será desafiador. Em sua coluna no jornal Folha de S. Paulo, ele afirmou que as forças de oposição não devem confundir esperança com ilusão. "Vai ser uma verdadeira guerra", escreveu.
Para Boulos, o jogo não está ganho. "A máquina do ódio e das fake news que venceu em 2018 vai se juntar à máquina pública, turbinada pelo orçamento secreto, com apoio de oligarquias locais do centrão", prevê.
Boulos afirma que a esquerda precisará travar uma disputa social, e não apenas eleitoral, para superar Bolsonaro. "Em 2022 precisaremos, além de votos, ganhar mentes e corações para derrotar o projeto bolsonarista. Será preciso iniciar a disputa social para reconstruir um país em ruínas", escreveu.

About Bahia Extra

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 Comments:

Postar um comentário