Projeto pode impor a executivos de empresas regras iguais às adotadas para lobistas

Por Ricardo Balthazar | Folhapress

Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

Executivos de empresas privadas que se reunirem com agentes públicos para tratar de negócios poderão ficar sujeitos às mesmas exigências de transparência que o governo federal pretende impor a lobistas profissionais, de acordo com a mais recente versão de um projeto de lei em discussão no Executivo.
A proposta, que busca regulamentar a atividade de lobby no país, prevê que as audiências sejam registradas publicamente, com identificação dos participantes e dos assuntos tratados.
O projeto também deverá incluir uma ressalva para contatos casuais entre autoridades e representantes do setor privado em eventos sociais. A ideia é que encontros em que não houver discussão de interesses das empresas não precisarão ser divulgados como as audiências.
Escritórios que atuam na área de relações governamentais defendem a imposição de uma quarentena para ex-ocupantes de cargos públicos que quiserem exercer a atividade. Hoje, ex-parlamentares não estão sujeitos à quarentena que ex-funcionários do Executivo devem cumprir após deixar o cargo.
Há mais de uma dezena de projetos de regulamentação da atividade de lobby em tramitação no Congresso. O governo promete apresentar sua proposta desde o ano passado. Pessoas que acompanham a discussão dizem que ele deverá ser enviado ao Legislativo em breve.

About Bahia Extra

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 COMENTAR:

Postar um comentário