Lula e Alckmin buscam diálogo com o poder e vitória no primeiro turno

Lula e Geraldo Alckmin

Os aliados de Lula e de Geraldo Alckmin estão convencidos de que o petista tem votos para chegar ao segundo turno em larga vantagem sobre Jair Bolsonaro mesmo sem ter o ex-governador como vice. O ex-tucano poderia fazer diferença fundamental, no entanto, para liquidar a fatura no primeiro turno.

Cesto
Para isso, bastaria a Alckmin transferir o apoio de uma pequena parte de seus eleitores em SP.

Ponte
Uma outra diferença crucial que Alckmin pode fazer é estabelecer pontes efetivas com setores do chamado poder real que têm hoje relação esgarçada com o PT —e que aderiram ao bolsonarismo. Entre os principais deles estão algumas igrejas evangélicas, polícias e representantes do agronegócio.

Mapa
Aliados dos políticos já começaram a mapear, por exemplo, as igrejas com quem Alckmin poderia dialogar. Já um bom interlocutor de policiais seria Márcio França (PSB-SP), que estabeleceu bom relacionamento com o comando da PM quando governou SP.

Mapa 2
Alckmin teria boa entrada também no agronegócio que hoje apoia Bolsonaro.

Mônica Bergamo, Folhapress
Postagem Anterior Próxima Postagem