Dobradinha de Lula e Alckmin pode definir a eleição, diz Bernardo Mello Franco, no Globo

"O tucano é um político conservador e afável à elite. Sua adesão complicaria a vida de quem insiste em descrever Lula como um radical", diz o colunista

(Foto: Ricardo Stuckert | ABR)

"A dobradinha de Lula e Geraldo Alckmin saiu do mundo da imaginação e entrou no campo da probabilidade. A ideia parece ter empolgado os velhos rivais, que voltaram a se encontrar em segredo na sexta-feira. Se vingar, a chapa pode definir a eleição de 2022", escreve o jornalista Bernardo Mello Franco, em sua coluna no Globo.
"Uma aliança com Alckmin não atrairia novas siglas, já que ele está de saída do PSDB e deve se filiar ao PSB. O objetivo é outro: quebrar resistências em setores que se desiludiram com Bolsonaro, mas temem a volta do PT. O tucano é um político conservador e afável à elite econômica. Sua adesão complicaria a vida de quem insiste em descrever Lula como um radical", pontua ainda Mello Franco.

About Bahia Extra

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 Comments:

Postar um comentário