Atuação do MP-BA resulta em recuperação de R$ 53 milhões aos cofres estaduais

Norma Cavalcanti | Foto: Divulgação

Durante uma reunião do Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos (Cira), nesta quinta-feira (9), na sede do Ministério Público da Bahia (MP-BA), a procuradora-geral de Justiça Norma Cavalcanti agradeceu a atuação do Cira, cuja as ações resultaram na recuperação direta de R$ 53 milhões aos cofres estaduais.
“Vivemos momentos difíceis mas precisamos ter otimismo em dias melhores”, destacou Norma Cavalcanti.
Foram realizadas no total cinco operações. Do total recuperado aos cofres estaduais, R$ 40 milhões vieram através de operações e os R$ 13 milhões restantes por meio de procedimentos investigatórios criminais.
Com a participação do MP-BA, por meio do Gaesf (Combate à Sonegação Fiscal e aos Crimes contra a Ordem Tributária, Econômica, as Relações de Consumo, a Economia Popular e os Conexos) em conjunto com os promotores de Justiça das promotorias Regionais de Combate à Sonegação Fiscal de Barreiras Camaçari, Feira de Santana, Itabuna e Vitória da Conquista.
A força-tarefa investigou esquemas criminosos contra a ordem tributária, cujo ujo valor sonegado já supera o montante de R$ 600 milhões apenas neste ano.
As operações deflagradas em 2021 foram a 'Marca-Passo', 'Panaceia', 'Corações de Ferro', 'Invólucro' e 'Impressão Digital', que resultaram em nove prisões e no cumprimento de 50 mandados de busca e apreensão nos municípios de Salvador, Feira de Santana, Ilhéus e Irecê.
Postagem Anterior Próxima Postagem