Sem título

A festa de lançamento do disco "Red", da cantora Taylor Swift, não acabou muito bem. Após o evento, que aconteceu na semana passada em Sidney, na Austrália, autoridades de saúde do país confirmaram que 97 pessoas que estiveram no local foram diagnosticadas com covid-19.
Taylor, que não estava na festa chamada "On Repeat: Taylor Swift Red Party", já que o evento foi apenas com fãs, havia afirmado que todos os protocolos de segurança para evitar o contágio pelo vírus estavam sendo seguidos.
As autoridades de saúde do estado de Nova Gales do Sul também afirmaram que provavelmente entre essas pessoas há infectados com a nova variante ômicron. Para evitar maior proliferação, a recomendação é para que as cerca de 600 pessoas que estiveram presentes no evento se isolem imediatamente. Isso também vale para todos que tiveram contato próximo com essas pessoas.
O órgão de saúde está fazendo uma busca ativa por essas pessoas, e algumas que registraram presença por meio de QR Code estão sendo facilmente encontradas. O valor da multa para as pessoas que estiveram presentes no evento e não cumprirem as medidas de isolamento é de 5 mil dólares australianos.
Postagem Anterior Próxima Postagem