Polícia mineira prende empresário que falsificava bebida alcoólica


Um empresário suspeito de falsificar e vender bebida alcoólica com etanol, foi preso em flagrante na quarta-feira (17), em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo a polícia, o prejuízo com o esquema é estimado em R$2,4 milhões.
O Instituto Mineiro Agropecuário acionou a Polícia Civil, informando ter recebido denúncias sobre a adulteração de bebidas. As investigações apuraram que o suspeito fabricava e distribuía a cachaça falsa em dois galpões, localizados em Contagem. Em um destes galpões foram apreendidos aproximadamente 60 mil litros de etanol, que renderiam 120 mil litros de bebida falsa, além de garrafas, computadores, documentos e veículos. O material é altamente prejudicial ao consumo. Algumas notas fiscais apreendidas indicavam que o álcool vendido era combustível para veículos.
Não está claro se o suspeito utilizou uma empresa legal ou criaram para adulterar o produto. Dois funcionários da empresa foram ouvidos e vai ser apurado o envolvimento de cada um no esquema. Os envolvidos podem responder por crime tipificado como corromper, adulterar, falsificar ou alterar substância ou produto alimentício, assim como a exposição à venda, a manutenção em depósito para venda e distribuição de produtos falsificados, corrompidos ou adulterados.

About Bahia Extra

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 Comments:

Postar um comentário