Rui diz que não afrouxará mais medidas até que queda de casos de Covid-19 seja consistente


Nenhuma medida restritiva será revogada na Bahia até que a queda de casos de Covid-19 seja consistente. Essa é a decisão do governador da Bahia, Rui Costa (PT), que se mantém firme em não liberar o retorno de público nos estádios.
“Infelizmente, tivemos um repique. Semana passada subimos 35% [no número de casos], portanto seguramos qualquer medida adicional de reabertura. Com isso, a gente pretende segurar a contaminação. Não gosto de ir no ‘oba oba’, precisamos ser cautelosos para não jogar fora tudo o que fizemos”, disse Rui nesta sexta-feira (1º) em entrevista à Rádio Bandeirantes de São Paulo.
Segundo informou o governador, o pior momento da pandemia na Bahia ocorreu em março deste ano, quando o estado atingiu a marca de 2 mil internadas com a doença. “Foi uma tragédia. De lá para cá conseguimos entrar em queda, principalmente a partir da vacinação. Esse vírus vai sofrendo mutação e se tornando mais difícil de combater. Estamos indo com cuidado”, afirmou.
O chefe do Palácio de Ondina reforçou ainda que, enquanto houver “repiques” nos índices de contaminação, não será possível permitir “uma escala de 15 mil pessoas em um estádio. “Se os números voltarem a cair de forma consistente, voltaremos a flexibilizar e liberar o retorno aos estágios”, garantiu.

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário