Polícia Civil prende 19 alunos de medicina por fraude






A Polícia Civil do Estado de Goiás prendeu, nesta quarta-feira (27), 19 alunos de medicina pelo crime de fraude. A Operação Clandestinus foi cumprida através do 2º Distrito Policial de Rio Verde e revelou que os estudantes ingressaram na faculdade de forma ilícita, com documentos falsos que simulavam uma transferência externa.
As investigações apontaram que foram falsificados documentos de 08 instituições de ensino superior de medicina.
Foram 17 estudantes presos em Goianésia, um em Formosa e um em Barreiras, na Bahia. Os nomes dos presos não foram divulgados. Além das prisões, mandatos de busca e apreensão foram cumpridos.

O Esquema

Os estudantes estavam, em tese, estudando medicina em uma faculdade e queriam transferir para a Universidade de Rio Verde. Apesar de estarem de fato em uma faculdade o curso não era, no entanto, de medicina. Alguns deles sequer estudavam na área da saúde.
Todos os participantes do esquema ingressaram no curso já na conclusão dos estudos. Ao falar da grade de medicina, isso sugere que boa parte deles já estava no internato, onde os alunos frequentam o hospital e cumprem estágios práticos atuando, inclusive, com pacientes reais.

About Bahia Extra

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 Comments:

Postar um comentário