Miriam: inflação deveria estar no centro das preocupações do governo, mas Bolsonaro prefere antecipar campanha

Jornalista Miriam Leitão, o Planalto (Foto: Reprodução | Pedro França/Agência Senado | Ricardo Moraes/Reuters)

Em sua coluna publicada no jornal O Globo, a jornalista Miriam Leitão destaca que "a inflação está de volta aos dois dígitos com seu efeito devastador sobre os mais pobres, num momento em que há um forte aumento da pobreza".
"Isso deveria estar no centro das atenções do governo, mas o presidente está ocupado em fazer campanha antecipada, em jogar a culpa dos problemas sobre os governadores. O Ministério da Economia não conseguiu formular uma boa proposta de combate à inflação, de redução da pobreza, e está num jogo de faz de conta fiscal", complementa.
De acordo com a jornalista, Bolsonaro "usou descaradamente o dinheiro público em campanha antecipada, atacou os governos estaduais por causa do preço do combustível, mentiu inúmeras vezes, fez apologia de armas colocando uma criança no ombro com um fuzil de brinquedo na mão, ameaçou as famílias dizendo que quem não se armar terá que atirar com balas de feijão quando invadirem sua casa". "Não há o que salve esse governo. Ele não tem remédio".

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário