HOSPITAL EM ITABUNA FAZ CAPTAÇÃO DE MÚLTIPLOS ÓRGÃOS

Hospital faz captação de múltiplos órgãos

Em parceria com a Central de Transplantes da Bahia, o Hospital Calixto Midlej Filho, em Itabuna, realizou captação de múltiplos órgãos, doados por familiares de um paciente de 62 anos, que residia em Ilhéus. No caso específico, por causa da idade do doador, o gesto de generosidade ajudará a salvar até quatro vidas.
A coordenadora da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT) da Santa Casa de Itabuna, a enfermeira Patrícia Betyar, afirma que decisões, como da família do ilheense, são fundamentais para salvar vidas. Ela faz um apelo para quem ainda não se declarou doador pense com carinho sobre o assunto.
Um levantamento da Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos (ABTO) aponta uma redução de 33% das doações de órgãos no Brasil. Para os envolvidos no processo de doação, essa queda deve-se à pandemia do novo coronavírus. Nos últimos seis meses, a negativa da família subiu 68%. Isso significa que as pessoas estão tendo que esperar muito mais tempo para serem transplantadas.
Atualmente, na Bahia há 2.227 pacientes na fila de espera por um órgão. Desse total, 1.282 sonham com um rim para ter uma qualidade de vida melhor. Para córneas, são 931 pessoas na longa fila. À espera de um fígado existem 14 pacientes, conforme dados do Registro Geral da Central de Transplantes da Bahia.

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário