Quarto envolvido em ação que baleou delegado da Polícia Civil em Aracaju é preso em Salvador

O quarto envolvido na ação que baleou o delegado da Polícia Civil, Marcelo Hercos, em Aracaju, foi preso pelo Departamento de Combate e Repressão ao Crime Organizado (Draco), da Polícia Civil da Bahia, na cidade de Salvador. A informação foi divulgada, no início da tarde desta sexta-feira (24), pela Secretaria de Segurança Pública de Sergipe.
Segundo as investigações, o homem é o responsável por alugar o veículo utilizado pelos suspeitos. Ainda de acordo com a polícia, ele já foi preso por tráfico de drogas, apropriação indébita de veículo locado e violência doméstica.
Ainda conforme o procedimento investigativo, ele faz parte do grupo e é responsável por alugar veículos de locadoras e não devolvê-los. A partir daí, o grupo registrava falsos boletins de ocorrência sobre furto ou roubo. Os veículos eram utilizados nos crimes de estelionato, como é o caso do veículo utilizado no dia que o suspeitos foram abordados pelo policial de Sergipe.
O Cope apurou que, ainda na noite do crime, que o suspeito procurou uma delegacia de Salvador (BA) onde registrou o falso boletim de ocorrência sobre furto ou roubo do veículo Prisma. A Polícia Civil de Sergipe está em tratativas com os órgãos de segurança pública da Bahia para que ele seja recambiamento para Aracaju. A Polícia Civil também aguarda a transferência do suspeito de ser o autor dos disparos, que já está preso da capital baiana.
O crime aconteceu, na última terça-feira (21), quando Marcelo Hercos, que estava de folga, abordou três suspeitos na saída de um estabelecimento comercial, após receber a denúncia de que eles estariam passando notas falsas do local. Um deles teria reagido e ferido o agente dando ré no veículo em que estava e disparando com a arma do próprio delegado.
Em seguida, os três fugiram em um veículo com placas da cidade de Salvador, que foi abandonado em um terreno próximo ao local do crime. O carro tem disparos e manchas de sangue. A arma do delegado ainda não foi localizada. As informações são do G1-BA.
Os dois suspeitos foram presos no dia seguinte, na região do Robalo, na Zona de Expansão da capital. O suspeito de efetuar os disparos fugiu e se entregou à polícia, nesta quinta-feira (23), na cidade de Salvador.
Segundo a Secretaria de Segurança Pública, um laudo do Instituto de Criminalística (IC), atestou que as sete notas de R$ 200 que estavam com os suspeitos eram falsas. Foi verificado ainda, que a falsificação não era grosseira, tendo em vista que produziam diversos aspectos macroscópicos de cédulas autênticas.
O delegado foi baleado com três tiros -- um no ombro e dois na região frontal (que atingiram duodeno e estômago). Ele foi socorrido e encaminhado para a Unidade de Saúde Fernando Franco e, em seguida, transferido para o Hospital de Urgência de Sergipe Governador João Alves Filho (Huse), onde chegou consciente e foi submetido a uma cirurgia.
Segundo a SSP, o último boletim médico diz que ele está intubado com ventilação mecânica e apresentou melhora clínica significativa e está interagindo com a equipe multidisciplinar. Porém, apesar da melhora, não há previsão de alta da UTI. O delegado continua intubado e em ventilação mecânica, porém e com medicação vasopressora em dose mínima.

About Bahia Extra

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 Comments:

Postar um comentário