Nada passa: desempenho recente da defesa pode viabilizar o acesso do Vasco à Série A do Brasileirão

A defesa do Vasco vinha sendo um ralo por onde os pontos escorriam nesta Série B do Campeonato Brasileiro. O time chegou a ser o quinto mais vazado da competição. Mas as coisas estão mudando com Fernando Diniz, aparentemente. E se assim continuar, o acesso ficará mais viável.
O treinador comandou a equipe em quatro jogos até aqui. Nos dois primeiros, a retaguarda estava passando inviolada até os acréscimos do segundo tempo. As vitórias que se converteram em empates estão custando caro, mas foram mais de 180 minutos sem sofrer gol. E nenhum gol foi sofrido nos últimos dois jogos.
A se ressaltar o aparente erro do VAR no jogo contra o Brusque, oficialmente Vanderlei não buscou a bola no fundo do gol naquela ocasião. E o mesmo ocorreu na última segunda-feira, contra o Goiás. Diniz entende que o bom resultado da defesa é resultado do esforço geral.
– Sistema defensivo não é a linha defensiva. Muitas vezes tomamos gol e quem está fora aponta no mais fácil: se tomou pelo lado do Zeca, ele falhou; se foi na bola alta, falharam a zaga ou o goleiro. Olhar mais criterioso não é isso. Hoje, é a postura que tiveram Nene, Cano, Morato e Marquinhos Gabriel, a dobra de marcação. Facilita para todo mundo – alertou Fernando Diniz após a vitória sobre o Goiás. E emendou:
– Além de outras coisas que não explicamos. O gol contra o Cruzeiro não dá para explicar. O Cruzeiro fez menos que o Goiás. Muito do que podemos explicar é a doação do sistema defensivo, que é formado por todos que estão no campo – completou o treinador.

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário