Centro de Canoagem de Ubatã terá ‘Torneio de Inauguração’ em 24 de outubro

O Centro de Canoagem de Ubatã, um dos três prometidos pelo governador Rui Costa (PT) em 2016, após os sucessos de Isaquias Queiroz e Erlon de Souza na Olimpíada do Rio de Janeiro, deve ser inaugurado em 24 de outubro deste ano.
Em publicação no Diário Oficial do Estado de terça-feira (31), a Superintendência de Desportos do Estado da Bahia (Sudesb) anunciou um “Termo de Fomento” para o “Circuito de Canoagem” do estado, que será dividido em duas fases. A primeira será já no próximo domingo (5), em Itapetinga, com a primeira “Etapa Baiana de Canoagem Velocidade”. A segunda, no dia 24 de outubro, foi denominada “Torneio de Inauguração do Centro de Canoagem de Ubatã”.
O “Termo de Fomento” é, basicamente, um apoio financeiro que a Sudesb vai destinar à Federação Bahiana de Canoagem (FEBAC) para “fazer frente às despesas de material promocional, material de divulgação, serviço de alimentação e serviço de infraestrutura”. O valor, segundo a publicação, será de R$ 79.412,52.
Os outros dois centros, em Itacaré e Ubaitaba, foram inaugurados nos dias 4 de julho de 2018 (saiba mais aqui) e 28 de agosto de 2020 (lembre aqui), respectivamente. Os equipamentos visam incentivar a prática do esporte no estado, especialmente por causa do sucesso dos atletas baianos nas principais competições do planeta.
Isaquias Queiroz foi medalha de ouro na Olimpíada de Tóquio, e já é o maior medalhista olímpico da Bahia, pois levou duas pratas (uma delas ao lado do conterrâneo Erlon de Souza, na prova do C2 1000 metros) e um bronze na Rio-2016. Além disso, também é campeão mundial da prova do C1 1000 metros.
Neste ano, outro baiano esteve presente nos Jogos: Jacky Godmann, de apenas 22 anos. Ao lado de Isaquias, ele ficou em quarto na prova do C2 1000 metros, e não conseguiu avançar à final no C1.

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário