Após 39 anos em coma por intubação incorreta, morre o ex-jogador Jean-Pierre Adams

Jean-Pierre Adams, ex-jogador de futebol francês, morreu após 39 anos em coma. Ele tinha 73 anos. Na segunda-feira (06), os antigos clubes por onde Jean passou, Nimes Olympique, Paris Saint-Germain (PSG) e Nice, confirmaram a sua morte em várias declarações.
Em março de 1982, Adams foi operado de um tendão danificado do joelho. Mas no momento em que sua cirurgia foi marcada, a equipe do hospital estava em greve e ele estava sendo atendido por um anestesiologista. As informações são da CNN.
Entre “inúmeros erros”, de acordo com a BBC e a CNN, Adams foi intubado incorretamente durante o procedimento, pois um tubo bloqueou o caminho para seus pulmões, o que o levou a sofrer uma parada cardíaca e danos cerebrais.
Ele foi cuidado em sua casa na França por décadas depois de entrar em coma. “Esta manhã soubemos da morte de Jean-Pierre Adams. Ele jogou pelo Nimes em 84 ocasiões e, ao lado de Marius Tresor, formou a ‘Guarda Negra’ da seleção francesa”, o clube oferece as suas mais sinceras condolências aos seus entes queridos e familiares,” escreveu o Nimes Olympique no Twitter.
“O Paris Saint-Germain perdeu um de seus gloriosos ex-jogadores”, disse o PSG em um comunicado. O PSG oferece condolências à sua família e entes queridos”, comunicou o Paris Saint-Germain. O Nice acrescentou em seu comunicado que o clube prestará homenagem a Adams antes do próximo jogo em casa contra o Mônaco, em 19 de setembro.
Nascido em Dakar, Senegal, em 10 de março de 1948, Adams começou sua carreira em Fontainebleu antes de se mudar para Nimes. Durante esse tempo, ele foi um dos primeiros jogadores negros a competir com o clube, segundo a CNN norte-americana.
Adams jogou pelo Nimes por três anos, de 1970 a 1973, e mais tarde jogou pelo PSG de 1977 a 1979, após ter saído do Nice, de acordo com a ESPN. Ele deixa sua esposa, Bernadette, e seus dois filhos Frédéric e Laurent, de acordo com o comunicado de Nice.

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário