SESSÃO ESPECIAL NA CÂMARA PRESTA HOMENAGEM AOS MAÇONS ITABUNENSES

Sessão especial na Câmara será no próximo dia 17 || Foto Arquivo
Walmir Rosário

No dia 20 de agosto é comemorado em todo o Brasil o Dia do Maçom. Em Itabuna, esta data foi incluída no calendário de eventos do Município, por meio da Lei Municipal 2.513, de 14 de agosto de 2020, de autoria do vereador licenciado Ricardo Xavier. Na próxima terça-feira (17), a partir das 14h, maçons itabunense participam de sessão especial da Câmara de Vereadores, com a presença de toda a sociedade civil.
De acordo com a Lei, a organização do evento ficará a cargo das seis lojas maçônicas sediadas em Itabuna: Areópago Itabunense, 28 de Julho, Acácia Grapiúna, Construtores do Templo, Areópago Grapiúna e Antônio da Silva Costa. Por tradição, faziam parte das comemorações da data a realização de uma festa de congraçamento e uma Sessão Magna conjunta, na qual eram homenageadas pessoas da comunidade.

MAÇONARIA CENTENÁRIA

Este ano, por causa da pandemia, a tradicional festa foi suspensa e as Lojas Maçônicas decidiram modificar o formato do evento, dirigindo as homenagens às instituições de cunho social. Serão homenageados: Colégio da Polícia Militar (Areópago Itabunense), Uesc (28 de Julho), Santa Casa de Misericórdia (Acácia Grapiúna), Fundação Dr. Balduíno Azevedo (Areópago Grapiúna), ONG Bicharada (Construtores do Templo), e Centro Espírita Casa de Guará, com sua instituição Recanto de Potira (Antônio Costa).
A Maçonaria itabunense é reconhecida como uma entidade de destaque nas ações que marcaram as lutas pelo desenvolvimento econômico e social empreendidas pela sociedade. Merece distinção a Loja Maçônica Areópago Itabunense, que em 1º de fevereiro do próximo ano comemora 100 anos fundação, com relevantes serviços prestados ao Município.

HISTÓRIA

O Dia do Maçom – conforme a história da Maçonaria Brasileira – comemora a data – 20 de agosto de 1922 – em que foi realizada uma sessão histórica conjunta entre as Lojas Maçônicas Comércio e Artes e a União e Tranquilidade, do Rio de Janeiro, quando ficou decidida a Independência do Brasil. Em um discurso emocionante e inspirador, o Irmão Gonçalves Ledo apresentou a proposta, aprovada por unanimidade.
Ainda, de acordo com documentos maçônicos, a sessão conjunta em que foi aprovada a Proclamação da Independência, contou com a participação dos irmãos maçônicos Dom Pedro I (Príncipe Regente do Brasil) e José Bonifácio (ministro e considerado o Pai da Independência). Em todo o mundo o Dia Internacional do Maçom é comemorado no dia 22 de fevereiro.

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário