PSD e PP aumentam pressão sobre o PT por nome para o governo da Bahia em 2022


Principais parceiros políticos do PT da Bahia, o PP e o PSD pressionam para assumir a cabeça da chapa na disputa pelo governo do estado no próximo ano.
Os petistas já escolheram o senador Jaques Wagner como pré-candidato ao governo em 2022. Mas os aliados entendem que, depois de quatro governos sucessivos do PT, chegou a hora de o partido apoiar um candidato de outra sigla.
No PSD, o nome natural é o do senador Otto Alencar. Ele esconde o jogo, mas seu fiel aliado, o também senador Angelo Coronel, tem aumentado a pressão pública por uma chapa com Otto ao governo e o governador Rui Costa (PT) para o Senado.
No PP, o vice-governador João Leão diz publicamente ser candidato ao governo. Mas joga mesmo para ter um mandato de governador-tampão em 2022 e encerrar sua vida pública no cargo mais alto do estado.
Para isso, Rui Costa precisaria se descompatibilizar no próximo ano. O governador tem dito que não concorrerá a nenhum cargo e cumprirá o mandato até o final. Apesar das arestas, membros dos três partidos dizem ver como remota a chance de rompimento da aliança.

Painel/Folhapress

Bahia Extra

Bahia Extra Comunicação a serviço do leitor!

0 Comentarios:

Postar um comentário