POR 18 VOTOS A 1, CÂMARA DE ILHÉUS CASSA MANDATO DO VEREADOR LUCA LIMA

Presidência da Câmara declarou extinção do mandato de Luca Lima por volta das 21 horas de quarta-feira (25)

A Câmara de Vereadores de Ilhéus decidiu cassar o mandato do vereador Luca Lima (PSDB), na sessão extraordinária de quarta-feira (15). Luca perde o mandato acusado de ficar com parte de salário de assessoras, a “rachadinha”, e de prática de assédio moral e assédio sexual. A cassação foi aprovada com 18 votos a 1.
Apenas o vereador Nerival Reis (PSL) votou contra. O vereador Luciano Luna (PV) se absteve. Luca Lima foi ao plenário, mas saiu antes da votação. Todos os demais vereadores votaram pela cassação.
Votaram pela cassação de Luca Lima os vereadores Abraão Oliveira (PDT), Alzimário Belmonte, Gurita (PSD), Aldemir Almeida (PP), César Porto (PSB), Carlos Augusto, Augustão (PT), Cláudio Magalhães (PCdoB) Ederjúnior dos Anjos (PSL), Edvaldo Gomes (DEM) Enilda Mendonça (PT), Nino Valverde (Podemos), Ivete Maria (DEM), Ivo Evangelista (Republicanos), Jerbson Moraes (PSD), Fabrício Nascimento (PSB), Paulo Carqueija (PSD), Sérgio do Amparo (Podemos), Tandick Resende (PTB) e Vinícius Alcântara (PV).
Luca Lima deixou o plenário e não votou || Foto: Ascom/Câmara de Ilhéus

DEFESA AFIRMA QUE MANDATO FOI CASSADO SEM PROVAS

Antes da votação, o advogado Alex Andrade, membro da equipe de defesa de Luca Lima, disse que, nos autos do processo, não existe nenhuma prova de que o parlamentar cometeu assédio sexual contra as ex-assessoras que o acusam nem de que ele tenha ficado com parte dos salários delas. Dessa forma, segundo ele, a acusação de quebra de decoro parlamentar é generalista e se baseia apenas nos depoimentos das denunciantes. Atualizado às 21h45min.

About Bahia Extra

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 Comments:

Postar um comentário